Total de visualizações de página

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Orgulho e Preconceito

Preconceito e careca são coisas redundantes. São coisas que não se dissociam. Como goiabada com queijo. Todo careca sofre isso na pele, mas não há lei que o proteja. Ao contrário dos negros, dos homossexuais, não temos uma legislação específica para aqueles que nos humilham, nos destratam e pior, nos ignoram. Careca só é gente quando é ponto de referência, todo mundo sabe. O cara pára na rua e pergunta para o outro: "onde fica a loja do fulano?" A resposta: "Tá vendo aquele careca? É bem ali do lado!" Nem nos dias de hoje, em que vivemos o momento do “politicamente correto”, somos poupados. Careca é termo pejorativo. Não devia ser, mas se transformou. Num mundo civilizado o certo seria nos chamar de “pessoa capilarmente desvantajada”. Ou “portadores de um tipo próprio de organização capilar”. Ou aquele tem uma “proposta capilar alternativa”. Num mundo civilizado os carecas teriam as mesmas oportunidades dos cabeludos. Numa entrevista de emprego entre um cabeludo e um careca, não tenha dúvida, o selecionado é o primeiro. Careca não é confiável. Deveria haver cotas pra carecas nas universidades! Não tem cota pra índio? Pra negro? Pra pardo? Pois nós também fazemos parte da minoria!! Falando em faculdade, uma coisa que eu não consigo entender é porque a primeira coisa que fazem quando um cara entra numa delas é raspar a cabeça dele. Trote. Dos cruéis. Não dá pra entender! Quer dizer que pra sacanear, nada melhor que tirar o cabelo do sujeito? Ninguém num trote bota uma peruca longa no calouro e o faz andar pela cidade. "Toma aqui essa peruca "Black Power" e vai pedir dinheiro pra gente beber!" Não! Isso não seria degradante o suficiente. Daí é melhor raspar o cara! Escalpelar! Arrancar o couro cabeludo! Pra humilhar o coitado!! Quando mais ridicularizado e patético o sujeito se sentir, mais prazer os veteranos tem! Orgasmos múltiplos! Esses caras não entendem, não tem a menor sensibilidade de perceber que todo mundo foi, é ou será careca um dia! Vocês podem até dizer que não, podem não lembrar, fingir que não é com vocês, mas se revirarem seus antigos álbuns de fotografia verão que invariavelmente, tirando raríssimas exceções, nasceram desprovidos de qualquer fio! Dizem que existem 2 bilhões de pessoas carecas no mundo! No Brasil são 40 milhões! Uma pessoa "normal" possui, em média, de 100 mil a 120 mil fios de cabelo! Com tanta gente com tantos fios, é muita sacanagem eu não ter nenhum!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário